Tratamento da Informação

Para disponibilizar um acesso à informação, o mais transparente possível, a Rede Portuguesa de Centros de Documentação Europeia deve tentar estabelecer uma política comum de tratamento da informação.

Esta política resultará, a médio e longo prazo, num  catálogo colectivo cada vez mais coerente tanto para o profissional da informação como para o utilizador final. O profissional da informação verá que o processo de catalogação será menos moroso.  Para o utilizador final, a rapidez de
acesso à informação será cada vez maior e com maior fiabilidade.

Descrição:

A descrição da informação é feita no formato de dados UNIMARC/MARC21 e segue as Regras Portuguesas de Catalogação.

Classificação:

A Base O Europeu utiliza como sistemas de classificação o Eclas e o Eurovoc.

Indexação:

A Base O Europeu utiliza, como linguagem documental controlada, o tesauro Eurovoc, que cobre todos os campos de actuação e assuntos da União Europeia.

Sendo esta base dirigida a todos os cidadãos portugueses e europeus, propõe-se que a indexação seja efectuada em pelo menos duas línguas oficiais, o português e o inglês.

Digitalização:

Evitar-se a duplicação de esforços ao nível da digitalização, partilhando os recursos digitalizados por cada entidade participante na  Base O Europeu.

Posteriormente, será desenvolvida uma política de digitalização que deverá espelhar práticas comuns no processo de digitalização.

Armazenamento:

No que diz respeito ao repositório, a equipa da Base O Europeu deve definir que tipo de documentos digitais deverão ser armazenados tendo em conta a sua importância e na possibilidade técnica de se poder proceder à sua replicação.