Apresentação

Nos últimos anos, a União Europeia tem salientado a importância crescente do comunicar Europa. Todos os trabalhos desenvolvidos em torno da construção de uma política de comunicação europeia são disso exemplo. Nas conclusões da Presidência do Conselho Europeu de Junho de 2007 refere-se a importância de comunicar com os cidadãos de forma coerente e a necessidade de se estabelecer um diálogo permanente como factores-chave para a compreensão e concretização  do projecto europeu.  Só um cidadão esclarecido é que poderá realmente compreender o impacto da União Europeia no seu dia-a-dia, na sociedade, no plano nacional, europeu e internacional.

Arts Quad

13.12.2007 - Foto da assinatura do Tratado de Lisboa - Portugal

No COM (2007) 568 final, a Comissão Europeia reconhece o papel da Internet como meio de comunicação e debate com os cidadãos. A Comissão apela à sociedade civil, aos sectores públicos e privados que fomentem o contacto com e entre os cidadãos europeus, através do desenvolvimento de sítios web dedicados aos assuntos europeus.

Neste sentido, e tendo os Centros de Documentação Europeia (CDE) um papel crucial no apoio ao ensino, à aprendizagem e à investigação sobre a integração europeia, a presente coordenação da Rede Portuguesa de Centros de Documentação Europeia (RPCDE) desenvolveu os projectos do Portal e da Base O Europeu que funcionam como um canal de comunicação entre os cidadãos e os profissionais da informação e também como ponto de acesso controlado à informação europeia. O cidadão comum que acede à rede é inundado por uma quantidade enorme de informação. Perante este manancial de recursos informativos, ele não possui as competências analíticas necessárias para manusear a quantidade de informação disponível. É, pois, neste contexto que surge a figura do profissional da informação, agente mediador neste canal de comunicação cidadão-informação. Este profissional tem as competências necessárias para avaliar os recursos de informação e melhor compreender as necessidades informativas do cidadão comum.

Arts Quad

13.12.2007 - Foto de família (foto: Ricardo Oliveira - GPM)

Estes projectos pretendem, também, constituir-se como ponto de contacto entre a comunidade lusófona e os assuntos europeus, promovendo o diálogo intercontinental e interinstitucional sobre a União Europeia.